Conhecer — Conectar — Transformar

QuemSomos?

Kami adalah organisasi nirlaba yang mendorong partisipasi sosial melalui konstruksi pengetahuan kolektif , menghubungkan dan memobilisasi orang, kelompok, dan organisasi untuk merangsang pemahaman dan transformasi konteks mereka .

Dengan menggunakan strategi yang berbeda,  kami menyusun, merencanakan dan melaksanakan  tindakan dan program yang dipandu oleh prinsip  kolaborasi, kreasi bersama, dan berbagi pengetahuan .

Kami lahir pada tahun 2016 untuk melanjutkan tindakan Institut Paulo Montenegro (yang mengoordinasikan tindakan tanggung jawab sosial Grup IBOPE hingga tahun 2015). Asal usul ini memberi kita pengalaman dan akumulasi untuk memanfaatkan penelitian untuk tujuan sosial demi kepentingan masyarakat , selalu melalui metodologi partisipatif dan pelatihan , untuk memperkuat wilayah dan tujuan .

Sobre Nós

Nossa Missão

  • Promover a construção compartilhada de conhecimento, estimulando e conectando pessoas, grupos, organizações e seus saberes, para gerar mobilização, transformação e participação social.

Nossa Visão

  • Acreditamos que conhecimento transforma, ainda mais quando compartilhado.

    Acreditamos que há muitas formas e espaços para se construir conhecimento.

    Acreditamos que todas as pessoas têm saberes que contribuem para construir conhecimentos sobre a sociedade.

    Por isso, o que nos move é conectar essas diversas formas e espaços de construção e compartilhamento de conhecimento, em busca de uma sociedade mais participativa, justa e sustentável.

Nossos Valores

  •   Participação social e democrática

      Aprendizagem colaborativa

      Pluralidade de pessoas, visões, opiniões e leituras da realidade

      Transparência

      Atuação em parceria

      Ética

Projetos em destaque

  • Jovens no Clima Recife é uma iniciativa com duas ações:

    1. Edital Jovens no Clima Recife - apoiará financeiramente 8 projetos de grupos e coletivos de jovens (15 e 29 anos) com foco em desafios de meio ambiente e clima da cidade do Recife. Inscrições abertas entre 30 de maio e 29 de junho de 2024.

    2. Assembleia Cidadã Jovens no Clima - 40 jovens moradores de Recife, sorteados aleatoriamente, vão deliberar sobre como tornar territórios da cidade mais resilientes às questões climáticas.

    Essa é uma iniciativa da Secretaria Executiva de Juventude da Prefeitura da Cidade do Recife, em parceria com a Rede Conhecimento Social e o Delibera Brasil, com financiamento do Fundo de Ação Climática Juvenil da Bloomberg Philanthropies.

    Acesse o Edital Jovens no Clima Recife

    Acesse a Ficha de Inscrição para o Edital

Metodologias Próprias

PerguntAção

  • Promove a construção coletiva de consultas participativas de opinião como estratégia para gerar engajamento e mobilização. Trata-se de um processo colaborativo que une pessoas de diferentes perfis para conceber e desenvolver, em grupo, um levantamento de opiniões sobre o contexto em que estão inseridas. Na prática, o grupo passa por um processo formativo que percorre etapas de construção de uma pesquisa. Essa construção colaborativa de conhecimento, na realidade, é uma estratégia de mediação de diálogo entre pessoas com diferentes experiências e perspectivas, direcionadas a um objetivo comum.

    Em 2021 lançamos, em parceria com o Geledés, um guia que a apresenta a PerguntAção como uma ferramenta para representantes de organizações e lideranças comunitárias multiplicarem consultas participativas de opinião em seus contextos, para apoiar e  qualificar tomada de decisão sobre suas ações. 

    Acesse os materiais da metodologia

JUMA | Juventudes, Meio Ambiente e Mudanças Climáticas

  • A Pesquisa Juventudes, Meio Ambiente e Mudanças Climáticas (JUMA) tem o objetivo de aprofundar a percepção das juventudes brasileiras em relação ao meio ambiente nas regiões do país em que estão inseridas e como identificam o impacto das mudanças climáticas em suas realidades. 

    A JUMA é uma realização do Em Movimento e da Rede Conhecimento Social, em parceria com Engajamundo, Instituto Ayíka e GT Juventudes da Rede Uma Concertação pela Amazônia, com apoio do Instituto Clima e Sociedade (iCS), Open Society Foundations e Climate Justice Resilience Fund. A partir da metodologia de PerguntAção, contamos com um grupo de 12 jovens pesquisadores representantes de todos os biomas do país colaborou com a construção coletiva dessa produção e disseminação de conhecimento.

    As evidências produzidas pela pesquisa buscam envolver e mobilizar jovens de todo o Brasil na formulação de políticas públicas e de projetos sociais que colaborem para reduzir os danos provocados pela degradação do meio ambiente e para garantir um desenvolvimento sustentável do país, incluindo as juventudes brasileiras em suas diversas experiências vividas em cada um dos 6 biomas brasileiros.

    Conheça os dados e recomendações

Pesquisa Juventudes e a Pandemia do Coronavírus

  • A Pesquisa Juventudes e a Pandemia do Coronavírus é uma iniciativa do Conjuve, em parceria com a Rede Conhecimento Social, a Fundação Roberto Marinho, a UNESCO, o Em Movimento, a Visão Mundial, o Mapa Educação e o Porvir. Por meio da metodologia de PerguntAção, um grupo de jovens pesquisadores foi coautor de todas as etapas do processo: a reflexão a respeito do tema, a concepção do questionário, a mobilização para a coleta de respostas e a análise dos resultados.

    Esta realização coletiva que contou ainda com apoio e mobilização de jovens, organizações juvenis, movimentos sociais, gestores de políticas públicas para juventude, conselhos estaduais e municipais de juventude, juventudes partidárias, instituições públicas e privadas e diferentes organizações da sociedade civil.

    Em 2020 foram escutados quase 34 mil pessoas com 15 a 29 anos e em 2021 foram mais de 68 mil jovens consultados em todo o país, para entender os efeitos da pandemia nas vidas das juventudes, buscar soluções e influenciar as decisões que os afetam.

    Conheça a plataforma do estudo

Nossa Escola em (Re)Construção

  • Depois de ouvir 132 mil adolescentes e jovens em 2016, a pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção foi transformada em uma ferramenta aberta e gratuita de escuta para escolas e redes de todo o Brasil aplicarem o questionário e conhecerem os sonhos dos estudantes em relação à educação.

    Essa plataforma é uma realização do Porvir (Instituto Inspirare), em parceria com a Rede Conhecimento Social e a Inketa.

    Escute os jovens de sua escola

Consulta Violências no Cotidiano de Adolescentes

  • Esta escuta de adolescentes e jovens entre 12 e 19 anos, é uma iniciativa do Comitê Paulista pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CPPHA) em parceria técnica com a Rede Conhecimento Social e um conjunto de organizações membros do GT3 - Territórios do Comitê. 

    Para subsidiar o trabalho do Comitê e de seus parceiros na prevenção da violência letal contra adolescentes, buscamos amplificar a voz de jovens sobre sua própria situação. Foi usada a metodologia PerguntAção, foram feitas oficinas práticas de construção da pesquisa junto com um grupo de 10 jovens pesquisadores, trazendo o próprio público pesquisado como coautor dessa produção de conhecimento que aponta que 91% dos adolescentes concordam que, apesar de ser um assunto chato, é preciso falar sobre a violência que os afeta duramente.

    Acesse os dados da consulta

Olhar das Crianças

  • Baseada no método de Photovoice, a proposta do Olhar das Crianças é mobilizar famílias, educadores e instituições que atuam com crianças e adolescentes, por meio de oficinas práticas, a explorar e refletir sobre territórios, equipamentos e projetos, respondendo perguntas geradoras com fotografias.

    Foi desenvolvida no âmbito da criação do Observatório da Primeira Infância para garantir a participação das crianças na construção e alimentação dessa plataforma, depois foi trabalhada na elaboração do Plano Municipal da Primeira Infância de São Paulo e no planejamento de ações do programa Territórios Educadores. Além disso, a metodologia é utilizada para monitoramentos e avaliações participativas de espaços, projetos e ações que envolvam crianças e adolescentes.

    Conheça os relatórios e divulgações

Consulta entre Pares

  • Busca dar autonomia para organizações, grupos e pessoas que atuam com temas ou territórios específicos, a partir da construção de instrumentos estruturados para levantamento de percepção e apoio para a análise dos resultados, sempre de forma autônoma e flexível. Para tanto, são produzidos guias para facilitadores, com passo a passo completo para orientar as ações a serem desenvolvidas.

    Visa dar oportunidade para que pessoas de todos os contextos dialoguem com seus pares, opinem e façam sugestões sobre questões que as afetam.

    Acesse materiais desenvolvidos

Olhar colaborativo sobre indicadores

  • Tem por objetivo estimular a coleta, organização e leitura de indicadores sociais para apoiar e qualificar o planejamento e monitoramento de políticas e programas. O método é pensado para ser trabalhar de forma colaborativa com prestadores de serviços governamentais e equipes de organizações que atuam com incidência em políticas públicas.

Outras Metodologias

Pesquisas públicas

  • Desenvolvimento de projetos de pesquisa de opinião, construídas com métodos mistos (quantitativos, qualitativos e participativos), para fortalecer o campo social com dados relevantes para orientar decisões informadas e qualificar o debate em temas que contribuam com um país mais justo, democrático e sustentável.

    Conheça nossas pesquisas públicas

Assembleia cidadã

  • A deliberação cidadã é uma metodologia de inovação democrática promovida pelo Delibera Brasil, com quem temos uma parceria institucional.

    Entre julho de 2022 e junho de 2024, o Delibera atuará com nosso apoio e com financiamento do UNDEF – The United Nations Democracy Fund (Fundo das Nações Unidas para a Democracia), no projeto Democracia Deliberativa e Assembleias cidadãs: enfrentando a desigualdade e a pobreza no Brasil.

    O projeto busca implantar Assembleias Cidadãs em três cidades do Brasil para facilitar a participação do público na formulação de políticas para enfrentar a pobreza e a desigualdade. Com base na experiência do Brasil e de outros países, o objetivo é demonstrar tanto aos gestores públicos, líderes políticos quanto aos cidadãos a viabilidade e o valor da deliberação aberta e inclusiva para construir respostas políticas sustentáveis e amplamente apoiadas a questões complexas. 

    Acompanhe o projeto

Ambientes Acolhedores
para Crianças e Adolescentes
(Child Friendly Places)

  • Desenvolvida em parceria com o Children Environment Research Group (NY) e diversas outras organizações no mundo, trata-se de um kit metodológico que contém ferramentas intergeracionais de monitoramento, planejamento, advocacy e ação, que visam empoderar crianças, adolescentes e adultos na construção colaborativa de melhorias em seus ambientes do cotidiano.

    Qualquer pessoa ou grupo pode ter acesso à metodologia e realizar a aplicação autônoma de suas atividades, utilizando os guias passo a passo.

    Faça o download do kit aqui

Photovoice

  • Este método participativo, baseado nos conceitos de pesquisa-ação, mescla técnicas fotográficas, etnográficas e semióticas, estimulando que pessoas realizem registros fotográficos para posterior reflexão sobre suas realidades, de modo a se empoderarem e se mobilizarem socialmente.

Nossa Escola Pesquisa Sua Opinião | Nepso

  • Dissemina o uso da pesquisa de opinião como instrumento pedagógico em escolas públicas de ensino regular fundamental e médio e em cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

    Nascida em 2000, é fruto da parceria de 15 anos entre o Instituto Paulo Montenegro e a ONG Ação Educativa. Atualmente buscamos parceiros para multiplicar o desenvolvimento de projetos de pesquisa educativa de opinião propiciando aprendizagens significativas, que vêm ao encontro das orientações curriculares atuais para a educação básica.

    SAIBA MAIS: Nepso.net

Radar do Conhecimento

  • Organizamos pesquisas, livros e materiais diversos que compartilhem conhecimento sobre temas relacionados à atuação da ReCoS.

    Conheça aqui

Mapa

Time

Marisa Villi

Cofundadora e Diretora executiva

Mestre em Mudança Social e Participação Política, é bacharel em Ciências Sociais e em Letras. Iniciou a carreira na área de pesquisa e gestão de projetos sociais em 2005, desenvolvendo metodologias e coordenando projetos que promovem o uso participativo de pesquisas para mobilização e desenvolvimento social.

Harika Maia

Diretora de projetos e Associada

Mestre em Antropologia Urbana e bacharel em Ciências Sociais. Desde 2005 atua em pesquisas acadêmicas, produção cultural e gestão de projetos e políticas públicas, tendo como foco de sua trajetória os temas juventude e direito à cultura.

Rodrigo Cardozo

Cofundador e Associado

Especialista em Gestão de Projetos Sociais e sociólogo. Tem 7 anos de experiência no setor público. Passou a atuar no terceiro setor em 2011, sendo que desde 2013 dedica-se a projetos que utilizam metodologias participativas de pesquisas para fins sociais.

Ana Lima

Cofundadora e Associada

Economista de formação, acumula experiência na gestão de pesquisas desde 1985, tendo dirigido o IBOPE Media e o Instituto Paulo Montenegro. Hoje é sócia proprietária da Conhecimento Social - Estratégia e Gestão, assessorando o desenho de pesquisas e avaliações.

Fé Império

Associada e colaboradora independente

Graduada em administração pela FGV foi pioneira na implantação do turismo de aventura no Brasil. Especializada em pesquisa de mídia atuou em projetos do Ibope no Brasil e América Latina. Atualmente é consultora de estratégias de mídia digital e coordenadora de Ponto Cultural Eldorado, voltado para arte e educação.

Fabiana Freitas

Coordenadora administrativa e financeira

Administradora de empresas, atua no terceiro setor desde 2001, assessorando projetos na área de Educação e na gestão de contratos, controle financeiro, produção de eventos e publicações. Atualmente está à frente da Simplifique Assessoria Remota, onde apoia organizações na gestão financeira e administrativa.

Emilly Espildora

Pesquisadora

Bacharel em Gestão de Políticas Públicas e pesquisadora do Colab-USP, possui experiência em projetos com o primeiro e terceiro setor. Desde 2017 atua e pesquisa sobre processos de participação social utilizando tecnologias digitais, com foco em pesquisas coletivas. 

Fabio Barcelos

Pesquisador

Estudante de Ciências Sociais na UNIFESP. Desde 2018, atua na área de pesquisa em instituições governamentais e organizações do terceiro setor, realizando pesquisas quantitativas e qualitativas com foco na avaliação de programas e projetos. Também exerce atividades no banco de dados do Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF-UNIFESP).

Igor Andrade

Pesquisador

Bacharel em Ciências Sociais pela PUC-SP, trabalha no ramo de pesquisa há mais de 10 anos. Especialmente interessado em temas socioambientais e cultura digital.

Renato Adriano Rosa

Pesquisador

Bacharel em Gestão de Políticas Públicas (USP). Desde 2010 atua na área cultural, passando a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo nos programas VAI, Cultura Viva – Pontos de Cultura Municipal, Vocacional e no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes. Também atuou no Núcleo de Desenvolvimento Institucional do Museu Afro Brasil, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Ana Rita Sbragia

Assessora de Projetos

Atua há 10 anos como recrutadora na área da pesquisa de mercado e terceiro setor. Tendo como objetivo encontrar perfis para contribuir com entrevistas e outras metodologias, visando sempre ampliar a diversidade de histórias, informações e respostas.

Jessyca França

Assessora de Projetos

Graduanda em Psicologia, possui mais de 10 anos de experiência na área comercial, lidando diretamente com atendimento ao público. Desde 2016, trabalha na assessoria de empresas de pesquisa, sendo que em 2020 passou a atuar na área de pesquisa política.

Karina Ernane

Analista de Comunicação

Artista visual com formação em Design Digital e Letras – Português e inglês, com mais de 15 anos de experiência na construção de narrativas visuais e escrita. 

Lorrana Oliveira

Advogada, bacharela em Direito, especialista em Mediação de Conflitos, possui também formação Técnica em Lazer e atualmente é estudante de Letras. Iniciou o contato com o terceiro setor no curso técnico, trabalhando com planejamento de eventos. Possui experiência jurídica, tendo atuado como estagiária no Tribunal de Justiça de São Paulo e em escritórios de advocacia nas áreas do direito civil e consumidor.

Conselho Fiscal

Leandro Loiola

Leandro Loiola, CFP® tem mais de 20 anos de experiência em Finanças Pessoais. Dedica-se ao estudo do estresse financeiro e seus impactos na produtividade. Palestrante e planejador financeiro, ajuda as famílias a traduzir o vocabulário complexo que as afasta do bem-estar financeiro. É mestre em Administração de Empresas pela EAESP-FGV. Atualmente é conteudista da B3, a Bolsa do Brasil e membro do comitê de imprensa da Planejar, a entidade que certifica os Planejadores Financeiros no Brasil.

Amilcar de Paula Magalhães Silva

Com uma trajetória de 15 anos de atuação na área administrativa-financeira no Terceiro Setor, é graduado em Administração de Empresas e pós-graduado em Controladoria e Finanças.

Conselho Consultivo

Fernanda Rosa

Graduada em Ciências Sociais pela USP, mestre em Gestão de Políticas Públicas pela FGV e doutoranda pela Escola de Comunicação da American University. Colaboradora da Red en Defensa de los Derechos Digitales (México) e pesquisadora da área de governança e internet pela School of International and Public Affairs da Universidade de Columbia. Tem estudado tecnologias na educação e garantia de direitos na infraestrutura da internet.

Kátia Edmundo

Diretora Executiva do Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS) e Professora Adjunta no Mestrado Profissional em Saúde da Família (UNESA). Graduada em Psicologia pela Universidade Gama Filho, mestre em Educação pela PUC-Rio e doutora em Psicossociologia de Comunidade e Ecologia Social pela UFRJ. Especialista em Psicopedagogia Diferencial pela PUC- Rio e em Saúde Mental pelo IPUB-RJ.

João Ricardo de Abrahão

Graduado em propaganda e marketing pelo Mackenzie e pós-graduado em Finanças pela Fundação Dom Cabral e Administração de Empresas pela FGV. Tem experiência nas áreas de planejamento estratégico, negócios e marketing dos segmentos financeiro e de mídia. Atua como voluntários de diversas organizações não governamentais e foi criador e implementador do projeto Atitude Abril Aids, no Grupo Abril.

Mª Socorro Mendonça

Fundadora e presidente do Instituto Nossa Ilhéus. Empreendedora Social Ashoka, Empreendedora Cívica RAPS – Rede de Ação Política pela Sustentabilidade, é reconhecida como liderança comprometida com soluções para a crise ambiental atual e as mudanças climáticas pela rede internacional The Climate Reality Project.

Silvia Cervellini

Fundadora e Coordenadora do Delibera Brasil desde 2017, especialista em opinião pública pela University of Connecticut, co-autora do livro "O que é Opinião Pública". Por mais de 20 anos, desenvolveu carreira executiva em pesquisa de opinião e de mercado no IBOPE.

Nossa rede

  • Conhecimento Social
    Estratégia e Gestão

    organização irmã da Rede Conhecimento Social, fundada e gerida por Ana Lucia Lima, é uma empresa que realiza assessoria estratégica para investidores sociais. Juntos, desenvolvemos sistemas de indicadores, planos de monitoramento e avaliação de projetos sociais, sempre de forma colaborativa.

    Mais informações sobre Conhecimento Social
  • Cedaps
    (Centro de Promoção da Saúde)

    Desenvolvimento de estudos e pesquisas participativas baseado em percepções, opiniões e conhecimento de grupos populacionais diversos, mesclando técnicas de Mapeamento Participativo e Consultas Comunitárias.

    Mais informações sobre Cedaps
  • Delibera Brasil

    Organização sem fins lucrativos e suprapartidária que nasceu com o objetivo contribuir para o fortalecimento e aprofundamento da democracia brasileira, promovendo a deliberação cidadã, principalmente a partir de uma metodologia de ação conhecida como minipúblico ou júri de cidadãos ou assembleia cidadã.

    Mais informações sobre Delibera Brasil
  • Cami Onuki

    Trabalha como fotógrafa desde 2009, desenvolvendo trabalhos autorais e nas áreas de fotografia de moda, still para cinema e fotojornalismo. Na Rede Conhecimento Social, trabalha para fortalecer o uso das imagens como ferramenta de construção e disseminação de conhecimento, tendo desenvolvido em parceria a metodologia Olhar das Crianças.

    Mais informações sobre Cami Onuki

Transparência

Estatuto e Atas

Balanço Financeiro

Relatório Anual

Cadastro da Newsletter

Newsletters anteriores

Políticas Internas

Proteção de Dados e adequação à LGPD

Prevenção da exploração e do abuso sexual (PSEA)

Fale com a Rede!

Email: contato@conhecimentosocial.org

Sua mensagem foi enviada!